O homem mais velho do mundo morre no Japão a 113 anos

TÓQUIO – O homem mais velho do mundo, Masazo Nonaka, que nasceu apenas dois anos depois que os irmãos Wright lançaram o primeiro voo movido da humanidade, morreu no domingo aos 113 anos, informou a imprensa japonesa.

Nonaka nasceu em julho de 1905, de acordo com o Guinness World Records – apenas alguns meses antes de Albert Einstein publicar sua teoria da relatividade especial.

A Guinness reconheceu oficialmente Nonaka como o homem mais velho depois da morte do espanhol Francisco Nunez Olivera no ano passado.

“Nós nos sentimos chocados com a perda desta grande figura. Ele estava como de costume ontem e faleceu sem causar nenhum tipo de confusão na nossa família”, disse sua neta Yuko ao Kyodo News.

Nonaka tinha seis irmãos e uma irmã, casando em 1931 e pai de cinco filhos.

Ele administrou uma pousada de fonte termal em sua cidade natal e, na aposentadoria, gostava de assistir à luta de sumô na TV e comer doces, segundo a imprensa local.

O Japão tem uma das maiores expectativas de vida do mundo e foi o lar de várias pessoas reconhecidas como as mais antigas dos humanos que já viveram.

Eles incluem Jiroemon Kimura, o homem mais velho que já viveu, que morreu logo após seu 116º aniversário em junho de 2013.

A pessoa mais velha que já foi verificada – Jeanne Louise Calment, da França – morreu em 1997 aos 122 anos, de acordo com a Guinness.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *