Kanagawa: Dentista vendava paciente antes de cometer abuso sexual

A polícia da província de Kanagawa prendeu um dentista  empregado em um hospital em Yokohama sobre o suposto abuso sexual de uma paciente no ano passado, informa a Nippon News Network (8 de janeiro).
Em 10 de dezembro, Hiroyuki Umemoto, 29 anos, envolveu uma toalha sobre os olhos da mulher, com cerca de 20 anos, quando recebeu tratamento no Hospital Dental da Universidade de Tsurumi. Ele então alegadamente cometeu atos considerados obscenos.

Umemoto, que foi acusado de agressão quase indecente, admite as alegações. “Eu fiz isso com outras pacientes do sexo feminino também”, o suspeito foi citado pela polícia.

O incidente ocorreu em um espaço que havia sido separado da sala de exames em que não havia enfermeiras ou outros membros da equipe.

Imediatamente após o incidente, a mulher não sentiu que os atos pudessem ser considerados obscenos. No entanto, ela consultou a polícia vários dias depois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *