Steak Tartar

Steak Tartar é de origem alemã, porém se difundiu na França. Uma das versões mais populares é que a receita foi criada pelos Tártaros, um povo bárbaro, onde eles transportavam a carne do animal já limpa em baixo das selas de seus cavalos, para amaciar a carne e quando consumiam, tinha uma textura similar à carne picada na ponta da faca.

E como estou procurando sempre e saborei, resolvi fazer o Steak Tartar com carne de Dry Aged, maturada por 60 dias. O Dry envelhecido é um processo de maturação a seco, onde é feito o seguinte, como enzimas consomem como fibras e se transformam em super macia e com um sabor específico que assemelha à amendoas e queijo azul.

Aqui algumas dicas para fazer o Steak Tartar perfeito:

1 – Use sempre carne bovina de qualidade – No meu caso, estou usando uma parte do filé (ancho) maturado.
2 – A carne deve sempre picada em pequenos cubos, e não moída. A carne moída é uma massa e prejudica a textura
3 – Use sempre temperos que não abafem o sabor da carne. No meu caso usei Azeite, Cebola Roxa, Cebolinha, Coentro, Salsinha e Mostarda Dijon.
4 – Sempre prepare logo antes de servir, pois a carne é escurecida no tempo certo e o visual fica feio.