Armamento encontrado com mulher americana em voo para o Japão

CHIBA
Uma mulher norte-americana que foi encontrada com uma pistola e balas em um voo de Atlanta para o aeroporto de Narita, perto de Tóquio na semana passada, foi impedida de entrar no Japão, informaram fontes do aeroporto nesta sexta-feira.

A mulher, que acredita-se ter 30 anos, disse à tripulação da Delta Air Lines durante o voo que ela erroneamente levou a arma e a munição para o avião, apesar de passar pela inspeção de segurança no aeroporto do sul dos Estados Unidos, disseram as fontes.

A tripulação de cabine pegou a arma da mulher até a chegada do avião, na tarde de 3 de janeiro, disseram as fontes, acrescentando que ela aparentemente a possuía como autoproteção.

A mulher voltou aos Estados Unidos no mesmo dia em que chegou, disseram eles.

O caso segue um anterior em Narita no qual um co-piloto americano foi encontrado com balas reais durante uma inspeção de segurança antes de partir do aeroporto japonês em 14 de dezembro, disseram as fontes.

O piloto da American Airlines, que disse que as balas estavam em sua bagagem por engano, deixou a munição com o pessoal do aeroporto e trabalhou como previsto, disseram eles.

Descrevendo os dois casos como “incidentes sérios”, o Ministério do Transporte japonês pediu às autoridades de segurança do transporte dos EUA em 4 de janeiro para tomar as medidas preventivas necessárias.

O ministério japonês fez pedidos semelhantes após uma série de incidentes em 2017, nos quais balas vivas foram trazidas para aviões dos Estados Unidos chegando aos aeroportos de Narita e Haneda.

Enquanto o Japão aumenta a segurança para as Olimpíadas e Paraolimpíadas de Tóquio em 2020, as autoridades aeroportuárias disseram que também é importante garantir que as inspeções de passageiros em aeroportos estrangeiros sejam reforçadas.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *